DSpace logo

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/700
Título: A fitogeografia urbana nas praças públicas da cidade de Parintins - AM, sua importância histórica/ social e ambiental na paisagem urbana
Título(s) alternativo(s): The urban phytogeography in the public squares of the city of Parintins-AM, its historical / social and environmental importance in the urban landscape
Autor(es): Souza, Luvanor
Palavras-chave: Biogeografia
Fitogeografia Urbana
Praças Públicas
Data do documento: 5-Out-2017
Editor: Universidade do Estado do Amazonas
Resumo: The present study had as main objective to study the vegetal species of two old squares of the city of Parintins, its importance in the urban landscape as historical, social and environmental document in the city. The study of the phytogeography of the public squares of the city of Parintins was very important, since it sought to know and understand the ecological and social acuity present in the city, besides exposing the importance of maintaining and conserving the local biodiversity. Methodologically the research is based on a deductive approach, which consisted of analyzing in the general scope, bringing to the particular and comparative where it was sought to draw comparisons and similarities between the squares under study. Firstly, a rigorous bibliographical survey was carried out, with the main authors Cox & Moore (2013), Siqueira (2005, 2008, 2012), IBGE (2012), Pinto Silva (2003) and De Angelis et al (2005). Subsequently it was carried out in the field the survey of the species, arboreal, shrub and herbaceous of the squares. The study of urban phytogeography showed a pattern of geographic distribution of exotic species in both squares. Therefore, the importance of vegetation in the city is for the improvement of the aesthetics of cities, economic valuation of spaces, minimization of the effects of visual pollution, promoting the health of the population psychologically, spiritually and physically, as well as ecological benefits. In these green spaces interact with the fauna of the region, and the reduction of energy consumption, collaborating with the preservation of native species threatened with extinction.
Descrição: O presente estudo teve como principal objetivo estudar as espécies vegetais de duas praças antigas da cidade de Parintins, sua importância na paisagem urbana como documento histórico, social e ambiental na cidade. O estudo da fitogeográfica das praças públicas da cidade de Parintins foi de muita importância, pois este buscou conhecer e entender a acuidade ecológica e social presente na cidade, além de expor a importância de manutenção e conservação da biodiversidade local. Metodologicamente a pesquisa está pautada em uma abordagem dedutiva, que consistiu em analisar no âmbito geral, trazendo para o particular e comparativa onde buscou-se traçar comparações e semelhanças entre as praças em estudo. Primeiramente em gabinete foi feito um rigoroso levantamento bibliográfico tendo como autores principais Cox & Moore (2013), Siqueira (2005, 2008, 2012), IBGE (2012), Pinto Silva (2003) e De Angelis et al (2005). Posteriormente foi realizado em campo o levantamento das espécies, arbóreas, arbustivas e herbáceas das praças. O estudo da fitogeografia urbana apontou um padrão de distribuição geográfica de espécies exóticas nas duas praças. Por conseguinte, a importância da vegetação na cidade está para a melhoria da estética das cidades, valorização econômica dos espaços, minimização dos efeitos da poluição visual, promovendo a saúde da população psicológica, espiritual e fisicamente, como também apresentam benefícios ecológicos. Nestes espaços verdes ocorrem a interação com a fauna da região, e a redução do consumo de energia, colaborando com a preservação de espécies nativas ameaçada de extinção.
URI: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/handle/riuea/700
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons