DSpace logo

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/583
Título: Potencial antmicrobiano in vitro da cepa amazonica panus fasciatus, frente aos microrganismos escherichia colli e staphylococcus aureus.
Título(s) alternativo(s): In vitro antimicrobial potential of the panus fasciatus amazonica strain, against the microorganisms escherichia colli and staphylococcus aureus.
Autor(es): Costa, Euler Trajano da
Palavras-chave: Fungo
Metabólitos
Antimicrobiano
Data do documento: 25-Ago-2017
Editor: Universidade do Estado do Amazonas
Resumo: The Amazonian Biodiversity is always in superlative terms in numbers of plants, fish, birds, mammals, and insects, not to mention the microorganisms that are millions of species, esteemed that only 5% of this mega-biodiversity Amazon has been studied from the point Chemically or therapy. Many of antibiotics used to treat diseases were extracted from fungi such as the penicillin, substance produced by the fungus Penicillium notatum, by Alexander Fleming discovered in 1928. Among these is to assess the antimicrobial activity of the strain of the fungus Amazon Panus fasciatus, against Escherichia coli and Staphylococcus aureus. The collections of basidiocarps were conducted in a rural area of the municipality of Tef-AM, on the road EMADE Km 6.5. the specimens were dehydrated at 350C for 24 hours and ground in a blender industrial For each 30 grams of the crushed material was added 250 ml of 70% alcohol solvent, using as the Soxhlet extractor. To the cold extract was used the same proportions of biological material and solvent allowed to stand for a period of 48 hours in a container âmbar.As dilutions of the extracts were used for both 0.6 mg and diluted in 20μl of DMSO subsequently plus 196 ml water mL destilada.Os microorganisms were cultivated nutrient medium (NA) for 24h in an oven at 370C. The growth of bacteria was adjusted from the range of Mac Farland, using the same tube of 0.5 standard concentration, equivalent to 1.5 x108 bacteria / ml. The strains of E. coli and S. aureus and P.vulgaris were sown in Petri dishes containing nutrient medium 90x15mm Mueller Hinton.O experiment was performed in triplicate, was added at 80 μl of microorganisms to be evaluated in Petri dishes and seeded with a 90x15mm handle Drigalsk. It was used the technique of diffusion disks ± 0.5 cm were used four disks per plate, were added in three 60 μl of extract to be evaluated and fourth control group was added 60 μl of DMSO as negative control later the plates were Boda temperature of 37 º C for 24 hours for observation of activity of the extract. Generally the extracts evaluated were effective against microorganisms Escherichia coli, and Staphylococcus aureus, however emphasizes that the best results were against microorganisms Gran-negative Escherichia coli, that for both extraction techniques.
Descrição: A Biodiversidade Amazônica encontra-se sempre em termos superlativos em números de plantas, peixes, aves, mamíferos, e insetos, isso sem contar os microrganismos que são milhões de espécies, estimasse que apenas 5% desta mega- biodiversidade Amazônica tenha sido estudada do ponto de vista químico ou farmacológico. Muitos dos antibióticos utilizados para o tratamento de doenças foram extraídos de fungos a exemplo da Penicilina, substância produzida pelo fungo Penicilium notatum, descoberta por Alexander Fleming em 1928. Dentre estes cabe avaliar a atividade antimicrobiana da cepa Amazônica do fungo Panus fasciatus, frente a microrganismos Escherichia colli e Staphylococcus aureus. As coletas dos basidiocarpos foram realizadas no perímetro rural do município de Tefé-AM, na estrada da EMADE Km 6,5. Os exemplares foram desidratados á 350C por 24 horas, sendo triturados em liquidificador industrial, para cada 30 gramas do material triturado foi acrescido 250 ml do solvente álcool 70%, utilizando como extrator o Soxhlet. Para o extrato a frio utilizou-se as mesmas proporções de material biológico e de solvente deixado em repouso por um período de 48h em um recipiente âmbar. As diluições dos extratos utilizadas foram 0,6 μg para ambos e diluídas em 20μl de DMSO, posteriormente acrescido 196, ml de água destilada.Os microrganismos foram cultivados meio nutriente (NA), por 24h em estufa à 370C. O crescimento das bactérias foi ajustado a partir da escala de Mac Farland, utilizando-se o tubo 0,5 da mesma concentração padrão, o que equivale a 1,5x108 bactérias/ml. As cepas de E. colli, e S. aureus foram semeadas nas placas de Petri 90x15mm contendo meio nutriente Mueller Hinton. O experimento foi realizado em triplicata, foi adicionado em 80 μl dos microrganismos a serem avaliados nas placas de Petri 90x15mm e semeados com uma alça de Drigalsk. Utilizou-se a técnica de difusão de discos de ± 0,5 cm foram usados 4 discos por placa, em três adicionou-se 60 μl do extrato a ser avaliada e no quarto o grupo controle adicionou-se 60 μl de DMSO como controle negativo, posteriormente as placas foram a B.O.D.a temperatura de 37 ºC por 24h para a observação de atividade do extrato. De modo geral os extratos avaliados mostraram-se eficientes frente aos microrganismos Escherichia colli, e Staphylococcus aureus, No entanto ressalta-se que os melhores resultados foram frente aos microrganismos Gran-negativos Escherichia colli, isso para ambas as técnicas de extração.
URI: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/handle/riuea/583
Aparece nas coleções:Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons