DSpace logo

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/jspui/handle/riuea/619
Título: Alimentação escolar e renda In segurança alimentar na periferia da cidade de Parintins-AM
Título(s) alternativo(s): School food and income In food security in the outskirts of the city of Parintins-AM
Autor(es): Tavares, Marcelo
Palavras-chave: Alimentação Escolar
Segurança Alimentar
Amazônia
Periferia
Data do documento: 29-Ago-2017
Editor: Universidade do Estado do Amazonas
Resumo: One of the main challenges today is access to adequate and healthy food. In Brazil, 84.65% of the population live in cities according to data from the last census (2010). In other words, this amount of people has in income their main means of access to food. However, other access comes through free school feeding and, in Brazil, constitutes one of the largest public policies focused on the food security of its population. The school's role in feeding a significant portion of the Brazilian population is important. In this context, school feeding, especially on the outskirts of cities, replaces one of the main daily meals. Data from the Zero Hunger Program (2003) show that for 56% of students in the Northern region, school meals represent the main meal of the day. This work is a case study of the reality of the municipal school "Sister Cristine" located in the peripheral area of ​​Parintins / AM. The sample consisted of 157 students of the 6th year of the morning shift, of both sexes, aged between 10 and 15 years. The data will be statistically demonstrated in graphs and tables format. The analysis of the results highlights that 62% of students have school feeding as a substitute for one of the main meals. Therefore, access to food in urban areas is carried out by income and in the outskirts of the city, school feeding is part of the food security of peripheral families with low purchasing power. Thus, the general objective of our study is to verify the degree of dependency of low-income families in the urban periphery of Parintins in relation to school feeding.
Descrição: Um dos principais desafios na atualidade é o acesso à alimentação adequada e saudável. No Brasil, 84,65% da população vivem em cidades segundo dados do último censo (2010). Em outras palavras, esse montante de pessoas tem na renda seu principal meio de acesso ao alimento. Entretanto, outro acesso vem por meio da alimentação escolar que é gratuita e, no Brasil, constitui-se numa das maiores políticas públicas voltadas para a segurança alimentar de sua população. É importante o papel da escola para a alimentação de significativa parcela da população brasileira. Nesse contexto, a alimentação escolar, sobretudo, na periferia das cidades substitui uma das principais refeições diárias. Dados do Programa Fome Zero (2003) demonstram que para 56% dos alunos da região Norte a alimentação escolar representa a principal refeição do dia. Este trabalho é um estudo de caso da realidade da escola municipal “Irmã Cristine” localizada em área periférica de Parintins/AM. A amostra foi composta por 157 alunos do 6° ano do turno matutino, de ambos os sexos, com idade entre 10 e 15 anos. Os dados serão demonstrados estatisticamente em formato de gráficos e tabelas. A análise dos resultados destaca que 62% dos alunos têm a alimentação escolar como substituta de uma das refeições principais. Portanto, o acesso ao alimento, em zona urbana, é realizado pela renda e nas periferias da cidade, a alimentação escolar constitui-se parte da segurança alimentar de famílias periféricas de baixo poder aquisitivo. Assim, o objetivo geral de nosso estudo é o de verificar o grau de dependência das famílias de baixo poder aquisitivo da periferia urbana de Parintins em relação à alimentação escolar.
URI: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/handle/riuea/619
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alimentação escolar e renda In segurança alimentar na periferia da cidade de Parintins-AM.pdf509,68 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons