DSpace logo

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/590
Título: A expansão urbana de Parintins: produção do espaço, agentes e processos socioespaciais
Título(s) alternativo(s): The urban expansion of Parintins: production of space, agents and socio-spatial processes
Autor(es): Carvalho, Rodrigo
Palavras-chave: Expansão Urbana
Agentes Produtores do Espaço
Parintins
Data do documento: 24-Ago-2017
Editor: Universidade do Estado do Amazonas
Resumo: The present work intends to understand how the process of urban territorial expansion of Parintins describing and analyzing the dynamics and periodization of the occupation process in the configuration of the city occurred. We aim to analyze the urban expansion of Parintins focusing on the agents producing the space, identifying how lots and lands were occupied that gave rise to the neighborhoods, as the expansion area was taking new configurations. We show through maps, how the growth occurred and the determining factors for the occupation of how the so-called periurban space is configured. We relate this growth to the successive crises of rural activities, to the housing deficit and to the multiple interests and associations of landowners with the political contexts of each phase. We began with the location and history of Parintins seeking to know how their occupation process occurred. We present the urban configuration identifying how the formation of the initial structuring mesh and its expansion occurred. We analyze the occupations that gave rise to the first neighborhoods and the creation of the first financed housing complex. The occupations due to the great flood (1975) were also discussed. We also mentioned real estate speculation, where landowners landed their land into neighborhoods because of the still ongoing reversal of the rural population in urban areas. We took an approach on the cycle of invasions in former farms, showing that the valorization of urban lands made the low-income population occupy such peripheral lands. We have investigated the expansion of recent subdivisions, with the State (city hall), real estate agents and the participation of land agents as the main regulatory agent, highlighting the determining factors for transforming rural land into urban land in the peri-urban area. And finally we explain the characteristics of the formation of the neighborhoods through sketches and the periurban limits of Parintins. Therefore, in this sense, our research enabled us to unveil the action of agents of the production of the urban space of the city Parintins, while revealing the conflicts and interests engendered in the expansion process.
Descrição: O presente trabalho tem o intuito de compreender como se deu o processo de expansão territorial urbana de Parintins descrevendo e analisando a dinâmica e periodização do processo de ocupação na configuração da cidade. Objetivamos analisar a expansão urbana de Parintins com enfoque nos agentes produtores do espaço, identificando como foram sendo ocupados lotes e glebas que deram origem aos bairros, na medida em que a área de expansão foi tomando novas configurações. Mostramos através de mapas, como se deu o crescimento e os fatores determinantes para a ocupação de como está se configurando o chamado espaço periurbano. Relacionamos tal crescimento às sucessivas crises das atividades rurais, ao déficit de moradias e aos múltiplos interesses e associações dos proprietários de terras com os contextos políticos de cada fase. Iniciamos com a localização e o histórico de Parintins buscando conhecer como se deu seu processo de ocupação. Apresentamos a configuração urbana identificando como se deu a formação da malha estruturante inicial e sua expansão. Analisamos as ocupações que deram origem aos primeiros bairros e a criação do primeiro conjunto habitacional financiado. Foram abordadas também as ocupações devido à grande enchente (1975). Mencionamos ainda a especulação imobiliária, onde proprietários lotearam seus terrenos transformando-os em bairros por causa da inversão ainda em curso da população rural em urbana. Fizemos uma abordagem sobre o ciclo das invasões em antigas fazendas, mostrando que a valorização das terras urbanas fez com que a população de baixa renda ocupasse tais glebas então periféricas. Averiguamos a expansão dos loteamentos recentes, tendo como principal agente regulador o Estado (prefeitura), os agentes imobiliários e a participação dos agentes fundiários, destacando os fatores determinantes para transformar a terra rural em terra urbana na área periurbana. E por fim explanamos as características da formação dos bairros através de croquis e os limites periurbanos de Parintins. Portanto, neste sentido, a nossa pesquisa nos possibilitou desvelar a ação dos agentes da produção do espaço urbano da cidade Parintins, ao passo que revelou os conflitos e os interesses engendrados no processo de expansão.
URI: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/handle/riuea/590
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A expansão urbana de Parintins produção do espaço, agentes e processos socioespaciais.pdf1,78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons