DSpace logo

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/546
Title: Determinação de lacase a partir de cepa amazônica trametes elegans utilizando o meio suplementado com farinha de casca da castanha do Brasil (bertholletia excelsa ), coletados no município de Alvarães/Am
Other Titles: Determination of laccase from the Amazonian trametes elegans strain using the medium supplemented with Brazil nut (bertholletia excelsa) meal, collected in the municipality of Alvarães / Am
Authors: Silva, Jacó Rocha da
Keywords: Biorremediação
fungos
enzimas oxidativas
Issue Date: 23-Aug-2017
Publisher: Universidade do Estado do Amazonas
Abstract: Currently several studies are being developed for use of fungal enzymes in various industrial applications. Few studies are rare or that direction with fungi belonging to Amazonian biodiversity. Laccase (p-diphenol; dioxigêniooxidoredutase EC 1.10.3.2) is a polyphenol oxidase that acts on a variety of aromatic hydrogen donor and inorganic species, including two Mn ions. A wide range of substrates on which the laccase can act is a feature that directs its use in bioremediation of complex environments. Given the relevance of this study and highlighting the utilization of residues, which seeks to increase research with regard to the determination of laccase enzyme, we used the residue of the peel Brazil nuts, they were washed, placed in electric oven at 40 ° for elimination of moisture and then ground into knife mill to 60 mesh. A "flour" produced was used as a substrate for growth in liquid medium, where the culture medium was incubated at 30 ° C in stationary phase and in triplicate. The substrate syringaldazine was used for determination of laccase enzyme, the method which relies on the oxidation of syringaldazine enzyme substrate to form a quinone, the growth substrate in the stationary phase showed laccase activity for Trametes elegans strain Amazon determined by spectrophotometer absorbance.
Description: Atualmente vários estudos estão sendo desenvolvidos para utilização de enzimas fúngicas em várias aplicações industriais. Poucos ou raros são estudos feitos nesse sentido com fungos pertencentes à biodiversidade Amazônica. A lacase (p-difenol; dioxigêniooxidoredutase EC 1.10.3.2) é uma polifenol oxidase que atua sobre uma variedade de doadores de hidrogênio aromáticos e espécies inorgânicas, incluindo íons Mn+2. A ampla gama de substratos sobre os quais a lacase pode atuar é uma característica que direciona seu emprego na biorremediação de ambientes complexos. Dada relevância da presente pesquisa e ressaltando o aproveitamento de resíduos, que se busca incrementar pesquisas no que se refere à determinação da enzima lacase, utilizou-se o resíduo da casca da Castanha do Brasil, estes foram lavados, colocados em estufa elétrica a 40º para eliminação da umidade e em seguida triturados em moinho de facas a 60 mesh. A “farinha” produzida foi utilizada como substrato de crescimento em meio líquido; onde o meio de cultivo foi incubado a 30ºC em fase estacionária e em triplicata. O substrato seringaldazina foi utilizado para determinação da enzima lacase, através do método que se baseia na oxidação do substrato enzimático seringaldazina para sua forma de quinona, o substrato de crescimento em fase estacionária apresentou atividade de lacase para a cepa Amazônica Trametes elegans, determinados por espectrofotômetro de absorbância.
URI: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br/handle/riuea/546
Appears in Collections:CEST - Trabalho de Conclusão de Curso



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons