DSpace logo

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/2862
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRebello, Ana Paula-
dc.contributor.authorPinheiro, Lisiane Araujo-
dc.contributor.authorRocha Filho, João Bernardes da-
dc.date.available2020-07-14-
dc.date.available2020-07-19T21:41:02Z-
dc.date.issued2016-09-04-
dc.identifier.citationAUSUBEL, D.; NOVAK, J.; HANESIAN, H. Psicologia Educacional. Rio de Janeiro: Interamericana. 1980. BRASIL. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Câmara da Educação Básica (CEB). Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Brasília, DF, 2006. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasNatureza.pdf>. Acesso em: 18 mar., 2015. BRASIL, Secretaria da Educação Básica. Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília, DF, 2002. GARCIA, N. M. D., ROCHA, J, V. da, & COSTA, R. Z. Área de Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. In: Kuenzer, A. Z. (Org). Ensino Médio: construindo uma proposta para os que vivem do trabalho. São Paulo: Cortez, 2002. GARRUTTI, É. A.; DOS SANTOS, S. R. A interdisciplinaridade como forma de superar a fragmentação do conhecimento. Revista de Iniciação Científica da FFC, v. 4, n. 2, 2004. HADJI, C. Avaliação desmistificada. Porto Alegre: Artmed, 2001. MOREIRA, M. A.; BUCHWEITZ, B. Novas estratégias de ensino e aprendizagem: os mapas conceituais e o Vê epistemológico. Lisboa: Plátano Edições Técnicas, 1993. MOREIRA, M. A. Concept maps as tools for teaching. Journal of College Science Teaching, Washington, 8(5), 283-86, 1979. ______. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: E.P.U., 1999. ______. Linguagem e aprendizagem significativa. II Encontro Internacional Linguagem, Cultura e Cognição, Belo Horizonte, MG, Brasil, 16 a 18 de julho de 2003. ______. Mapas conceituais e diagramas V. Porto Alegre: Autor, 2006. ______. Aprendizagem Significativa: a teoria e textos complementares. São Paulo: Livraria da Física, 2011. ______. Material de apoio para o curso Aprendizagem Significativa no Ensino Superior: Teorias e Estratégias Facilitadoras. PUCPR, 2012. Disponível em: Revista Amazônica de Ensino de Ciências | ISSN: 1984-7505 ARTIGO 268 ARETÉ | Manaus | v.9 | n.19 | p.254-268 | jul-dez | 2016 <http://paginas.uepa.br/erasnorte2013/images/sampledata/figuras/aprend_%20signif_%20org_prev_mapas_conc_diagr_v_e_ueps.pdf#page=41>. Acessado em: 17 mar. 2015. PINHEIRO, L. A. Partículas elementares e interações fundamentais no Ensino Médio. Dissertação de Mestrado – Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2011. RIO GRANDE DO SUL. Secretaria Da Educação Do Estado Do Rio Grande Do Sul. (2011). Proposta Pedagógica para o Ensino Médio Politécnico e Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio 2011-2014. Disponível em: <http://www.educacao.rs.gov.br/dados/ens_med_proposta.pdf> Acessado 10 out., 2014. SAUL, A. M. Avaliação emancipatória: desafio a teoria e a prática da avaliação e reformulação de currículo. São Paulo: Cortez, 2010. __________. Referenciais Freireanos para a prática da avaliação. Revista de Educação. PUC-Campinas, 25, 17-24, 2008. TAVARES, R. Aprendizagem significativa e o ensino de ciências. Rio de Janeiro: Ciências & Cognição, 13(1), 94-100, 2008. TV Cultura de São Paulo. O discreto charme das partículas elementares. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=FAISMNkR_WM>. Acesso em: 11 fev. 2015. WARTHA, E. J., Silva, E. L., & Bejarano, N. R. R. Cotidiano e Contextualização no Ensino de Química. São Paulo: Química Nova na Escola. 35(2), 84-91, 2013.pt_BR
dc.identifier.issn1984-7505pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/2862-
dc.description.abstractThis paper presents the use of conceptual maps as an evaluation tool in basic education in the field of natural science, which takes place in a public polytechnic school in the State of Rio Grande do Sul. The authors admitted the assessment as emancipatory, having as a theoretical framework the ideas of meaningful learning of Ausubel and his followers, assessing maps developed by students and weaving reflections on their use. The analyzed maps were produced after investigative activities, and its complexities were evaluated based on the occurrence of connective, arrows and the number of relationships established between the physical concepts related to the subject: material structure. The students extended their interdisciplinary and multi-level comprehensions on the addressed scientific concepts, and they became capable to communicate in a less formal way, broader, both dynamical and complex, similar to the hierarchical structure of contemporary science. Keywords: Conceptual Maps. Science Teaching. Meaningful Learning. Polytechnic High School Education.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade do Estado do Amazonaspt_BR
dc.relation.ispartofRevista Amazônica de Ensino de Ciênciaspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAtribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectMapas Conceituaispt_BR
dc.subjectEnsino de Ciênciaspt_BR
dc.subjectAprendizagem Significativapt_BR
dc.subjectEnsino Médiopt_BR
dc.subjectPolitécnicopt_BR
dc.titleO uso de mapas conceituais na avaliação de saberes emestrutura da matéria no ensino básicopt_BR
dc.title.alternativeThe use of conceptual maps in the assessment of knowledge in the material structure in basic educationpt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.date.accessioned2020-07-19T21:41:02Z-
dc.citation.volume9pt_BR
dc.citation.epage268pt_BR
dc.citation.issue19pt_BR
dc.citation.spage254pt_BR
dc.description.resumoEste artigo apresenta o uso de mapas conceituais como instrumento de avaliação na educação básica, na área de ciências da natureza, no âmbito do Ensino Médio Politécnico, em uma escola pública do estado do Rio Grande do Sul. Os autores assumiram a avaliação como sendo emancipatória, tendo como referencial teórico as ideias sobre aprendizagem significativa de Ausubel e seus seguidores, avaliando mapas desenvolvidos por estudantes e tecendo reflexões sobre seu uso. Os mapas analisados foram produzidos após atividades investigativas, e suas complexidades foram avaliadas com base na ocorrência de conectivos, flechas e a quantidade de relações estabelecidas entre os conceitos físicos relacionados ao assunto Estrutura da Matéria. Os estudantes ampliaram suas compreensões interdisciplinares e de múltiplos níveis sobre os conceitos científicos abordados, e se tornaram capazes de comunicá-los de modo menos formal, mais amplo, dinâmico e complexo, nos moldes da estrutura hierárquica da ciência contemporânea. Palavras-chave: Mapas Conceituais. Ensino de Ciências. Aprendizagem Significativa. Ensino Médio Politécnico.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.subject.cnpqCiênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUEApt_BR
Appears in Collections:Revista Areté - Artigos de Periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons