DSpace logo

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/2058
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorLira, Penélope Aryadne Antony-
dc.date.available2019-12-21-
dc.date.available2019-12-20T17:35:41Z-
dc.date.issued2012-06-20-
dc.identifier.urihttp://repositorioinstitucional.uea.edu.br//handle/riuea/2058-
dc.description.abstractThis work dissertational is a question of great relevance to the global context in which Brazil is inserted: the principle of sustainable city in the Brazilian urbanization with a focus on case study of the city of Manaus. And, for the present paper, the method was used together with the necessary bibliographic review of the main laws of the urban municipality in question, combined with study of the laws pertaining to cities in general, local, state and federal. All this in order to convey a better understanding of the topic discussed here. Therefore, it took off four chapters. In the first chapter, there was an explanation about the principle of the right to sustainable city, considering the principles on the Brazilian, the importance of the principles for Environmental Law and Urban Law, through the concepts of fundamental rights, emphasizing the principle of the right to sustainable city as a fundamental right. The second chapter tells us about the regulatory instruments of the delineators urban law, urban planning as well as the development of cities in general, explaining the role of urban planning and urban law the law of Brazil, presented important concepts for the study and the screen major urban laws. In the third chapter, were treated the historical aspects of the urbanization of Manaus, but also the social, political, economic and environmental issues, focusing on key stages. Since the last chapter brought the current aspects of the urbanization of Manaus, expounding on the economic, social, political and environmental. This work aims also discuss the situation of the urban city of Manaus, mainly related to the limited mobility in the use of motor vehicles as well as the movement of pedestrians in areas with minimal structure for security of the population.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade do Estado do Amazonaspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectCidade Sustentávelpt_BR
dc.subjectPlano diretorpt_BR
dc.subjectUrbanização brasileirapt_BR
dc.subjectDireito urbanísticopt_BR
dc.titleO princípio da cidade sustentável na urbanização brasileira: estudo de caso de Manauspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.date.accessioned2019-12-20T17:35:41Z-
dc.contributor.advisor1Saleme, Edson Ricardo-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2327949554357971pt_BR
dc.contributor.referee1Saleme, Edson Ricardo-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2327949554357971pt_BR
dc.contributor.referee2Barbosa, Walmir de Albuquerque-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2879487090731407pt_BR
dc.contributor.referee3Mesquita, Otoni Moreira de-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/9782950264061807pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9263018928909916pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho dissertativo trata de uma questão de grande relevância para o contexto mundial no qual o Brasil está inserido: o princípio da cidade sustentável na urbanização brasileira com foco no estudo de caso da cidade de Manaus. E, para realização dessa dissertação, foi utilizado o método bibliográfico acompanhada da necessária análise das principais leis urbanísticas do município em questão, combinada com estudo das legislações pertinentes às cidades em geral, leis municipais, estaduais e federais. Tudo isso, a fim de transmitir uma melhor compreensão do tema aqui exposto. Por isso, foram necessários quatro capítulos pontuais. No primeiro capítulo, foi realizada uma explanação acerca do princípio do direito à cidade sustentável, considerando os princípios no Sistema Brasileiro, a importância dos princípios para o Direito Ambiental e Direito Urbanístico, passando pelos conceitos dos direitos fundamentais, dando ênfase ao princípio do direito à cidade sustentável como direito fundamental. O segundo capítulo trouxe informações sobre os instrumentos normativos delineadores do direito urbanístico, assim como o planejamento urbanístico no desenvolvimento das cidades em geral, esclarecendo o papel do urbanismo e do direito urbanístico na legislação do Brasil, apresentou conceitos importantes para o estudo em tela e as principais leis urbanísticas. No terceiro capítulo, foram tratados os aspectos históricos da urbanização de Manaus, como também os aspectos sociais, políticos, econômicos e ambientais, focando nas fases mais importantes. Já o último capítulo trouxe os aspectos atuais da urbanização de Manaus, dissertando sobre os aspectos econômicos, sociais, políticos e ambientais. Este trabalho pretendeu, ainda, discutir a situação urbanística da Cidade de Manaus, principalmente, quanto à dificuldade de locomoção na utilização de veículos automotores como também no movimento dos pedestres em espaços com a mínima estrutura para segurança da população.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de pós-graduação em direito ambientalpt_BR
dc.relation.referencesA CRÍTICA. Reportagem Combate às invasões será intensificado neste ano eleitoral. Disponível em: < http://acritica.uol.com.br/manaus/Amazonia-Amazonas-Manaus-combateintensificado- invasoes-ano-eleitoral-Semmas_0_647335330.html>. Acesso em: 16 fev. 2012. AGASSIZ, Louis; AGASSIZ, Elizabeth. Viagem ao Brasil: 1865-1866. São Paulo: Editora Nacional. 1975. ALBUQUERQUE, Carlossandro Carvalho de; BARROS, Frankimar de Souza. A Eficácia dos Programas “Manaus Belle Époque” e “Monumento” para a Preservação do Patrimônio Histórico Edificado da Cidade de Manaus. Revista Eletrônica Aboré - Publicação da Escola Superior de Artes e Turismo Manaus - Edição 04 Dez/2010. ALEXY, Robert. Teoria dos Direitos Fundamentais. Tradução Virgílio Afonso da Silva da 5ª edição alemã. São Paulo: Malheiros Editores. 2006. ALMEIDA, Josimar Ribeiro de. Política e planejamento ambiental. 3ª ed. rev. e atual., 3ª reimpr. Rio de Janeiro: Thex. 2009. ALOCHIO, Luiz Henrique Antunes. Plano Diretor Urbano e Estatuto da Cidade: medidas cautelares e moratórias urbanísticas. Belo Horizonte: Fórum. 2010. ANDRADE, Rômulo de Paula; HOCHMAN, Gilberto. O Plano de Saneamento da Amazônia (1940-1942). História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro v.14, suplemento, p.257-277. Dez. 2007. ANTUNES, Paulo Bessa. Direito Ambiental. 12ª ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris. 2010. ARAUJO, Luiz Alberto David; NUNES JÚNIOR, Vidal Serrano. Curso de Direito Constitucional. 9. ed. São Paulo: Saraiva, 2005, p. 109-110. 110 ARAÚJO, Marley Rosana Melo et al. Transporte Público Coletivo: discutindo acessibilidade, mobilidade e qualidade de vida. Revista Psicologia & Sociedade. Scielo. 2011. ARAGÓN, Luís E.; OLIVEIRA, José Aldemir de. (org.). Amazônia no Cenário Sul- Americano. Manaus: Universidade Federal do Amazonas. 2009. ARSAM. Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas. Relatório de Atividades 2008. Manaus, 2008. ÁVILA, Humberto. Teoria dos Princípios da definição à aplicação dos princípios jurídicos. 4ª edição, 3ª tiragem. São Paulo: Malheiros Editores. 2006. BANDEIRA DE MELO, Celso Antônio, Curso de Direito Administrativo. 18ª Ed. São Paulo: Malheiros. 2005. BASTOS, Vivian Macedo. Planejamento urbano e responsabilidade civil do Estado. Manaus: UEA. 2008. BATISTA, Djalma. O complexo da Amazônia: análise do processo de desenvolvimento. 2ª ed. Manaus: Editora Valer, EDUA e INPA. 2007. BENÉVOLO, Leonardo. História das cidades. 3ª ed. São Paulo: Perspectiva. 1997. BERGMAN, Lia; RABI, Nídia Inês Albesa de. Mobilidade e política urbana – subsídios para uma gestão integrada. Rio de Janeiro: IBAM. 2005. Disponível em: <http://www.ibam.org.br/media/arquivos/estudos/mobilidade.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2012. BRAGA, Genesino. Fastígio e sensibilidade do Amazonas de ontem. 2. ed. Manaus: Manaus Imprensa Oficial. 1983 BRASIL. Constituição do Estado do Amazonas de 1989. Manaus: Diário do Estado do Amazonas. 1989. 111 BRASIL. Constituição Federal de 1988. Brasília: Diário Oficial da União. 1988 BRASIL. Decreto n. 7.637, de 07.12.2004 – regulamenta a cri criação da Guarda Metropolitana de Manaus. BRASIL. Decreto-Lei n. 288, de 28.02.1967, regulamenta a reformulação do modelo e a legislação a fim de estabelecer incentivos fiscais pelo período de 30 anos para que fosse implantado um polo industrial, comercial e agropecuário, pelo Governo Federal. BRASIL. Decreto-Lei n. 291 – regulamenta a definição da Amazônia Ocidental como ela é conhecida, abrangendo os Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima pelo Governo Federal. BRASIL. Decreto-Lei n. 356/68 – estende parte dos benefícios do modelo da Zona Franca de Manaus para toda a Amazônia Ocidental pelo Governo Federal. BRASIL. Lei n. 1.402, de 14.01.2010 – dispõe sobre os bairros da cidade de Manaus. BRASIL. Lei n. 1.508, de 21.09.2010 – dispõe sobre a criação do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito Manaustrans. BRASIL. Lei n. 10.257, de 10.07.2001 – regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana e dá outras providências. BRASIL. Lei n. 12.587, de 03.01.2012 – dispõe sobre a Política Nacional de Mobilidade Urbana. BRASIL. Lei n. 12.651, de 25.05.2012 – dispõe sobre o novo Código Florestal Brasileiro. BRASIL. Lei n. 23, de 06.05. 1893 – institui o Código de Posturas de 1893, decretado e promulgado pela Intendência Municipal de Manaus. BRASIL. Lei n. 3.173, de 06.06.1957 – cria a Zona Franca de Manaus. 112 BRASIL. Lei n. 427/1998 – Município isenta o Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana – IPTU, Taxas de Serviços de Coleta de Lixo, de Limpeza Pública, de Conservação e de Vias e Logradouros Públicos, Taxas de Licença para empresas que gerarem um mínimo de quinhentos empregos, de forma direta, no início de sua atividade, mantendo este número, durante o gozo do benefício. BRASIL. Lei n. 590, de 13.03.2001 – dispõe sobre a criação da Guarda Metropolitana de Manaus. BRASIL. Lei n. 671, de 04.11.2002, regulamenta o Plano Diretor e Ambiental, estabelecendo diretrizes para o desenvolvimento da Cidade de Manaus, dando outras providências relativas ao planejamento e à gestão do território do Município. BRASIL. Lei n. 674, de 04.11.2002 – dispõe sobre o Código de Posturas do Município de Manaus. BRASIL. Lei n. 687, de 13.12.2002 – dispõe sobre a criação do Instituto Municipal de Planejamento Urbano – Implurb. BRASIL. Lei no 11.445 de 05.01.2007 – estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico; altera as Leis nos 6.766, de 19 de dezembro de 1979, 8.036, de 11 de maio de 1990, 8.666, de 21 de junho de 1993, 8.987, de 13 de fevereiro de 1995; revoga a Lei no 6.528, de 11 de maio de 1978; e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil/_Ato2007-2010/2007/Lei/L11445.htm>. Acesso em: 22 jun. 2012. BRASIL. Lei Orgânica do Município de Manaus. Promulgada em 05 de abril de 1990. BRASIL. Projeto de Lei n. 016/2009 – prevê a possibilidade de cobrança do referido imposto. BULOS, Uadi Lammêgo. Curso de Direito Constitucional. São Paulo: Editora Saraiva. 2011. 113 CANOTILHO, J. J. Gomes & MOREIRA, Vital. Proteção do Ambiente e Direito de Propriedade (Crit. Jur. Ambiental). Portugal: Coimbra, 1997. CASSILHA, Gilda. Auditoria em obras públicas: um olhar a partir do Estatuto da Cidade. Curitiba. 2005 CASTRO, Márcia Honda Nascimento. Ecletismo em Manaus: Códigos de Posturas. Disponível em: <http://www.bv.am.gov.br/portal/conteudo/serie_memoria/45_eclitismo3.php>. Acesso em: 16 abr 2012. Confederação dos Engenheiros e Arquitetos/ Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura. Disponível em: <http://www.confea.org.br/media/am_palestra3.pdf>. Acesso em: 21 jun. 2012. COSTA, Helena. Princípios de Direito Urbanístico na Constituição de 1988. In: DALLARI, Adilson Abreu & FIGUEIREDO, Lúcia Valle (coord.), 1991, p.110 CUNHA JR., Dirley. Curso de Direito Constitucional. 5ª ed. rev., ampl. e atualizada. Bahia: Editora JusPodivm. 2010. DAOU, Ana Maria. A belle époque amazônica. 3. ed. Rio de Janeiro: Jorgue Zahar, 2004. DEAN, Warren. A luta pela borracha no Brasil: um estudo de história ecológica. Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: Nobel, 1989. DEFFONTAINES, Pierre. Como se constitui no Brasil a rede de cidades. Boletim Geográfico, Rio de Janeiro, 2(15): 299-308, 1944. DIAS, Edinea Mascarenhas. A ilusão do fausto: Manaus 1890-1920. 2. ed. Manaus: Valer, 2007. DIAS, Maurício Leal; RIBEIRO, Taíse Spotto Lima. O Estatuto da Cidade (Lei nº 10.257/01) é norma geral de Direito Urbanístico ou diretriz geral da política urbana?. 114 Jus Navigandi, Teresina, ano 9, n. 312, 15 maio 2004. Disponível em: <http://jus.uol.com.br/revista/texto/5193>. Acesso em: 22 abr. 2011. Entrevista com o Governador do Estado do Amazonas ao site Mercado Ético, em 07/05/09. Disponível em: < http://mercadoetico.terra.com.br/arquivo/modelo-economico-pode-freardevastacao/>. Acesso em: 17 out. 2009. Entrevista da Diretora-Presidente do Detran Dra. Mônica Antony de Queiroz Melo. Disponível em: < http://www.detran.am.gov.br/?area=pagina&cod=32>. Acesso em: 20 jun. 2012. FAZOLI, Carlos Eduardo de Freitas. Princípios Jurídicos. Revista Uniara. n.20, São Paulo: Centro Universitário de Araraquara: 2007. FILHO, Raimundo Pontes. Amazonas: a história de suas gentes. Curitiba: Base, 2006. FIORILLO, Celso Antônio Pacheco. Curso de Direito Ambiental Brasileiro. 11ª ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva: 2010. FONSECA, Ozório José de Mendes. A belle époque. <http://www.portalamazonia.globo.com> Acesso em 15 de setembro de 2010. _________. O outro lado da belle époque. <http://www.portalamazonia.globo.com> Acesso em 15 de setembro de 2010. ________. Pensando a Amazônia. Manaus: Editora Valer. 2011. FREIRE, Geovana Maria Cartaxo de Arruda. Direito à cidade sustentável. Disponível em: < www.conpedi.org.br/manaus/arquivos/anais/brasilia/07_499.pdf>. Acesso em: 13 jan. 2011. FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. FGV. TRATA BRASIL: Saneamento e Saúde. Rio de Janeiro: FGV/IBRE, CPS, 2007. Disponível em: <http://www3.fgv.br/ibrecps/CPS_infra/index_teste.htm>. Acesso em 18 maio 2009. 115 GIL, Gustavo Luz; SILVA, Solange Teles da. Política de saneamento básico no município de Manaus: Desafios e Perspectivas. Anais do XVIII Congresso Nacional do CONPEDI – São Paulo. 2009. HUMBERT, Georges Louis Hage. O Estatuto da Cidade, a função socioambiental da propriedade e os instrumentos urbanísticos de sua efetivação. Jus Navigandi, Teresina, ano 15, n. 2392, 18 jan. 2010. Disponível em: <http://jus.uol.com.br/revista/texto/14198>. Acesso em: 21 abr. 2011. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de Informações do Censo 2010. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1>. Acesso em: 30 mai. 2012. ______. Notícia sobre o Produto Interno Bruto dos Municípios Brasileiros. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=1780&i d_pagina=1>. Acesso em: 18. fev. 2011. Instituto Municipal de Planejamento Urbano - Implurb. Disponível em: <www.implurb.manaus.am.gov.br>. Acesso em: 20 mai. 2012. Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. Carta de Atenas. Disponível em: http://www.icomos.org.br/cartas/Carta_de_Atenas_1933.pdf. Acesso em: 31 mar. 2011. Instituto Pólis. Carta Mundial do Direito à Cidade. Disponível em: <http://www.direitoacidade.org.br/artigo_interno.asp?codigo=12>. Acesso em: 16 abr. 2012. JUNIOR, Antônio Coelho Soares. Princípios Jurídicos. Revista Eletrônica de Ciências Jurídicas. Disponível em: <www2.mp.ma.gov.br/ampem/ampem1.asp>. Acesso em: 01 mar. 2011. MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito Ambiental Brasileiro. 17ª ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Marreiro Editores. 2009. 116 MAGALHÃES, Soraia Pereira de, & OLIVEIRA, José Ademir de. A circulação na Manaus da Belle Époque: modernização e exclusão. Mercator - Revista de Geografia da UFC, ano 02, número 04, 2003. MARICATO, Ermínia. Globalização e Política urbana na periferia do capitalismo. In. RIBEIRO, Luis César de Queiroz & SANTOS JUNIOR, Orlando Alves dos, As metrópoles e a Questão social. Rio de Janeiro: Revan, 2007. ______. O contexto do Estatuto da Cidade. In: Brasil, Cidades: alternativas para a crise urbana. Disponibilizado em: <http://www.usp.br/fau/depprojeto/labhab/04textos/1estatcidade/ocontexto.htm>. Acesso em: 20 jan. 2012. MARQUES NETO, Floriano Azevedo. Consulta versante sobre a constitucionalidade do Projeto de Lei enviado pelo Poder Executivo ao Congresso Nacional com o condão de regulamentar, por lei nacional, o instituto dos Consórcios Públicos previsto no artigo 241 da Constituição da República. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/sri/consorcios/ParecerFlorianoAzevedoMarquesNeto.pdf> Acesso em: 07/04/2011. MATIAS, Jefferson Ortiz; MAQUINÉ, Dillings Barbosa; SALEME, Edson Ricardo. O Estatuto da Cidade e a Questão das Favelas nos Municípios Brasileiros. Hiléia Revista Eletrônica de Direito Ambiental da Amazônia. Ano 1, n. 1, v. 1. MAXIMILIANO, Carlos. Hermenêutica e Aplicação do Direito. 11ª ed, Rio de Janeiro: Forense, 1991. MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Municipal Brasileiro. 16ª ed. atual. por Márcio Schneider Reis e Edgard Neves da Silva. São Paulo: Malheiros Editores. 2008. MENDES, J.A. A crise amazônica e a borracha. Manaus: Valer, 2004. 117 MESQUITA, Otoni. La Belle Vitrine: Manaus entre dois tempos (1890-1900). Editora da Universidade Federal do Amazonas. 2009. MILARÉ, Édis. Direito do Ambiente. 7ª ed. rev. atual. e reform. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais: 2011. MONTEIRO, Hediane Naiade Silva. Aspectos urbanísticos da relativização do direito o meio ambiente equilibrado e a eficácia social do direito à moradia. XVI Encontro Preparatório do CONPEDI - Campos dos Goytacazes, 2007. MORAES, Alexandre de. Direito Constitucional. 19ª ed. São Paulo: Atlas, 2006. NASCIMENTO FIGUEIREDO, Aguinaldo. História do Amazonas. Manaus: Editora Valer. 2011. OLIVEIRA, José Aldemir de. (org.). Espaços urbanos na Amazônia – visões geográficas. Manaus: Editora Valer. 2011. PADILHA, Norma Sueli & VECCHIA, Rosângela. Direito de propriedade e função social da propriedade: os desafios propostos pelo Estatuto da Cidade. In Anais do Congresso Nacional do CONPEDI. 2007. Disponível em: < www.conpedi.org.br/manaus/arquivos/anais/brasilia/07_499.pdf>. Acesso em: 15/01/2011. PONTES FILHO, Raimundo Pereira. História do Amazonas. Manaus: Editora Cultural do Amazonas. 2011. Portal da Copa de 2014. Disponível em: <http://www.portal2014.org.br/noticias/10040/MINISTERIO+PUBLICO+FEDERAL+CONT ESTA+OBRA+MONOTRILHO+DE+MANAUS.html>. Acesso em: 21 jun. 2012. Portal da Transparência. Disponível em: >http://www.transparencia.gov.br/copa2014/manaus/mobilidade-urbana/monotrilho-nortecentro/>. Acesso em: 21 jun. 2012. 118 PENNINGTON, David. Manaus e Liverpool: uma ponte marítima centenária. Anos finais do Império/ Meados do século XX. Manaus: Editora da Universidade Federal do Amazonas/ Centro Universitário do Norte – UNINORTE. 2009. PROJETO GEO CIDADES. Relatório ambiental urbano integrado: Informe GEO: Manaus. 2002. Disponível em: <http://www.bvsde.paho.org/bvsacd/cd65/geomanaus/geomanaus.html>. Acesso em 04 ago. 2011. RESENDE, Antônio José Calhau de. Autonomia Municipal e Lei Orgânica. Cad. Esc. Legisl., Belo Horizonte, v. 10, n. 15, p. 7-42, jan./dez. 2008. Disponível em: http://www.almg.gov.br/CadernosEscol/Caderno15/Calhau.pdf. Acesso em: 20/02/2011. RODRIGUES, Francisco Luciano Lima (Org.). Estudos de Direito Constitucional e Urbanístico. São Paulo: RCS, 2007. SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE. Disponível em: <http://www.semmas.manaus.am.gov.br>. Acesso em: 25 mar. 2012. SABOYA, Renato. Concepção de um sistema de suporte à elaboração de planos diretores participativos. Tese de Doutorado apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil – Universidade Federal de Santa Catarina. 2007 SANTOS JÚNIOR, Paulo Marreiro dos. Manaus da Belle Époque: um cotidiano em tensão. A Utopia da Modernidade na Cidade Disciplinar, 1890-1920. Revista Eletrônica Cadernos de História. Ano II. n. 01. Março/2007. ______. Ameaça à Ordem Urbana: Analogias urbanísticas e a Manaus da Belle Èpoque. Anais do XVII Encontro Regional de História – O lugar da História. ANPUH/SPUNICAMP. Campinas, 6 a 10 de setembro de 2004. Cd-rom. ______. O ser “menor” na Paris das Selvas. Disponível em: <http://www.pucsp.br/revistacordis/downloads/numero1/artigos/11_paris_selvas.pdf>. Acesso em: 20 set. 2011. 119 SANTOS, Adelson Silva dos. Da biopirataria à bioparanóia. XV Congresso Nacional do CONPEDI - Manaus. 2006. SANTOS, Fabiane Vinente dos. Sexualidade e civilização nos trópicos: gênero, medicina e moral na imprensa de Manaus (1890-1915). História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.14, suplemento, p.73-94, dez. 2007. SANTOS, Fabiano V. dos. Francisco Xavier de Mendonça Furtado e o governo do Estado do Grão-Pará e Maranhão (1751-1759). Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Rio de Janeiro. A. 170, n. 442, Jan./Mar. 2009 SARLET, Ingo Wolfgang. A Eficácia dos Direitos Fundamentais. 8a edição. Porto Alegra: Livraria do Advogado. 2007. SAULE JÚNIOR, Nelson. Novas Perspectivas do Direito Urbanístico Brasileiro. Porto Alegreo: Sérgio Antônio Fabris Editor. 2004 SILVA, Aline Rosana Alexandrina da. A eficácia e a aplicabilidade das normas legislativas componentes dos Programas Manaus Belle Époque e Monumenta. UEA, 2009. SILVA, José Afonso da. Direito Urbanístico Brasileiro. 7ª ed. São Paulo: Malheiros Editores. 2010. SILVA, Jussara Maria Pordeus e. Ordenação das Cidades e o Papel do Direito Urbanístico: O Licenciamento Urbanístico no Município de Manaus. Manaus: Escola Superior de Ciências Sociais. Programa de Mestrado em Direito Ambiental. 2004. Site da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas. Disponível em: <http://www.culturamazonas.am.gov.br/programas_02.php?cod=0120>. Acesso em: 20 mai 2012. SILVA, Solange Teles da. Meio ambiente e saúde: convergências e desafios em matéria de políticas públicas. In: Álvaro Sanchez Bravo (Org). Políticas públicas ambientales. Sevilla: Arcibel Editores, 2008. 120 SIRVINSKAS, Luís Paulo. Manual de Direito Ambiental. 10ª ed., rev., atual e ampl. São Paulo: Saraiva. 2012. SOUZA, Márcio. História da Amazônia. Manaus: Valer, 2009. ______. O drama das invasões: a favelização de Manaus. Disponível em: < http://luctasocial.blogspot.com.br/2010/01/o-drama-das-invasoes-favelizacao-de.html>. Acesso em: 10 jun. 2012. SUNDFELD, Carlos Ari. O Estatuto da Cidade e suas diretrizes. In: DALLARI, Adilson Abreu. Estatuto da Cidade: Comentário à Lei Federal 10.257/2001. 2ª ed. São Paulo: Malheiros Editores. 2006. VIEIRA, Oscar Vilhena. Direitos Fundamentais: uma leitura da jurisprudência do STF. São Paulo: Malheiros Editores. 2006. VITTE, Claudette de Castro Silva. Qualidade de vida, planejamento e gestão urbana. Rio de Janeiro: Berdtrand Brasil. 2009. WALLACE, Alfred Russel. Viagens pelo Amazonas e Rio Negro 1823-1913. V. 17. Brasília: Senado Federal. 2004.pt_BR
dc.subject.cnpqSustentabilidadept_BR
dc.publisher.initialsUEApt_BR
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - PPGDA Programa de Pós-Graduação em Direito Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O princípio da cidade sustentável na urbanização brasileira Estudo de caso de Manaus.pdf539,87 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons